28/04/2017

Fumec mobilizada para ouvir Tarro sobre HPV e hepatite C

Audiência. Expectativa da biomedicina é que evento atenda, também, profissionais de saúde de Belo Horizonte.

(Texto enviado pela Comunicação FCH)

“Câncer e hepatite C: vacinas para vírus oncogênicos e diagnóstico “é, em síntese, o tema da palestra, seguida de debate, que o renomado médico, cientista e professor napolitano, Giulio Filippo Tarro, a convite do curso de biomedicina, fará na próxima quarta-feira, 3, das 19h30 às 22h, no Auditório Phoenix, da Faculdade de Ciências Humanas, Sociais e da Saúde (FCH).

            Enfocando a singularidade das vacinas para os vírus oncogênicos e antígenos associados a tumores e hepatite C, a apresentação de Tarro, que ostenta em seu currículo duas indicações (anos 2000 e 2015) ao prêmio Nobel de Medicina, está sendo aguardada com grande expectativa pelos alunos e professores da Fumec, em especial, e por profissionais da área de saúde da capital. Além do palestrante em si, cuja formação e atividade profissional dispensam maiores apresentações, a audiência do evento pode ser creditada à importância do tema E ao perfil e alcance social das doenças em foco: dados extraoficiais dão conta de que no Brasil, 1,9 milhão de pessoas/ano contraem o vírus do HPV. Em relação à hepatite C, a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) contabiliza de 1,5 milhão a dois milhões de vítimas da doença.

            Como ex-assessor do médico-pesquisador Albert Sabin ou na condição de atual presidente da Fundação Onlus “Teresa & Luigi de Beaumont”, especializada em pesquisa para a cura do câncer, Tarro traduziu, recentemente, sua trajetória: “como médico e cientista, transito entre o encanto da descoberta e o confronto com doentes incontáveis e diferentes, mas iguais perante a doença e a morte”



Publicado em Biomedicina, FCH



< Voltar para notícias - Versão para Impressão